Pare o mundo que eu quero descer!

Cara… Quando a gente acha que já viu de tudo, vem alguma coisa e mostra que não.

Repare na foto abaixo:

Saiu no portal G1: ” O menino indonésio de dois anos que fuma cerca de 40 cigarros por dia já é uma provável vítima do vício em cigarros, afirmam pneumologistas ouvidos pelo G1 nesta quinta-feira (27). Na última quarta, a agência de notícias Barcroft Media divulgou imagens do pequeno Aldi SugandaRizale que, de acordo com sua família, tem esse hábito desde os 18 meses e fica furioso quando fica sem fumar.

Segundo Oliver Nascimento, médico e professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), ninguém começa a fumar tanto de uma só vez. O número de cigarros aumenta conforme o cérebro se torna dependente da nicotina.

Daí a notícia segue dando detalhes de como se processa a dependência química em nicotina, etc e tal. Quer ver na íntegra espia aqui.

Mas, espera espera espera!!!!! Só tem uma coisa que não é citada nessa notícia absurda: quem deu cigarro para esta criança??????????

Um menino de 2 anos não pega um cigarro, risca o fósforo ou acende o isqueiro e fuma de livre espontânea vontade! Que nome dar ao irresponsável que permitiu que isso acontecesse?

A família do garoto é humilde, pelo que mostra a reportagem, e vamos considerar a hipótese de que não tenham esclarecimento suficiente para saber o grau de perigo que estão expondo o menino, afinal, segundo o próprio pai : ‘Ele me parece bem saudável’. Também não me consta que este tipo de prática seja parte da cultura daquele povo. O governo da Indonésia soube do caso e procurou uma solução, no mínimo, bizarra: ofereceu um carro à família se o menino deixasse de fumar.

:0
A gente ouve falar a todo momento sobre os maltratos sofridos pelas crianças, escutamos psicólogos e educadores apontando a relação entre os hábitos da sociedade e comportamento infantil. Dá até pra pensar que tanta informação esteja melhorando a formação das crianças já que são questões que cutucam o pensamento das pessoas e talvez sirvam de ponto de partida para que possam rever o modo como tratam os pequenos. Mas aí a própria mídia veicula um caso desses, vê uma aparente distinta ‘senhora’ (representante da justiça de nosso país!) revelando seu lado maquiavélico – e covarde até a tampa – para uma menina recém saída da primeira infância. Aí, do seu lado, você ouve a sua vizinha gritar com o filho de um jeito que vc não gritaria com seu cachorro, presencia aquele seu tio “engraçadinho’ dar na ponta do dedo dele a espuminha do chopp para seu sobrinho de 1 ano e meio e depois dar risada achando que o menino está gostando de provar o gosto amargo da bebida.

“Que nada, isso não mata ninguém!”‘. Tá. Vai pensando.

Daqui há alguns bons anos, quando estivermos todos com nossos 70, 80, 90 anos estaremos ‘aos cudados’ desses pequenos que estarão então à frente das prefeituras, dos ministérios, dos tribunais, cuidando de nós, velhos e talvez doentes… Que tipo de valor e de consciência social estamos ensinando à esse seres humanos HOJE?

O que estamos plantando?

A volta do vovozinho.

José Angelo Gaiarsa é o senhor do post de hoje, e eu, como leitora voraz de psicanálise, sou fã declarada deste homem, o qual chamo, carinhosa e muito respeitosamente, de vovozinho.

Atualmente com 90 anos (!), este médico, psicoterapeuta e psicanalista explica, de forma clara, didática e firme – muitas vezes, contundente – questões que giram em torno do pensamento e do comportamento humano, não pensando duas vezes em citar a si próprio como exemplo. Já falei dele aqui no Balaio logo que comecei a escrever. Na ocasião, trouxe um vídeo fantástico dele. Sugiro, como amiga, que você o assista caso não tenha visto na época. Depois me conta. Duvido que vc não se sinta tocado pelo o que ele diz. Desafio mesmo. O vídeo é esse aqui e nem é demorado.

Hoje, trouxe outra cacetada dele. Nesse, ele fala de sexo, infância, início da sexualidade (e não é na adolescência) e masturbação. São 9 minutos que parecerão 1. Vai na fé. Certeza de que vc vai ter assunto no happy hour de hoje.

E aí?

(Deste vídeo vc vai para os outros (ele tem 7 partes). E Gaiarsa fala de outros assuntos também. Recomendo todos, sem medo.)