Curvas não.

Minha talentosa colega Shaide Halim trouxe em seu blog a notícia sobre a censura que sofreu um comercial americano de lingeries para mulheres gordinhas. Achei necessário divulgar essa notícia também aqui, afinal, já passou da hora da sociedade (entenda-se cabeças da moda e mídia) rever os conceitos e regras que estipula para os corpos femininos, se é que tais ‘mandos e desmandos’ deveriam existir.

O comercial censurado pelas emissoras FOX e ABC é este:

O pretexto para a tal censura foi a alegação de que a propaganda revelava ‘demais’ o corpo da modelo (lindíssima como puderam ver) e exibia uma sensualidade excessiva. A verdade nós já sabemos: as curvas da bela modelo foge dos padrões mercadológicos instituídos pela indústria da moda(e reforçada pela mídia), que exigem um corpo feminino esquálido, notadamente, muito distante da realidade da maioria das mulheres.

Ficam as perguntas:

– E se fosse uma modelo magra?
– Por que é tão forte esta ‘campanha’ que nega as formas naturais do corpo feminino?
– E por que negar essa formas? O que há nelas que incomodam tanto?
– Quando a mentalidade irá evoluir?

Sério isso.

Anúncios